Arquivo do mês: maio 2011

Covardia

 

“É o oposto de bravura e de coragem. É algo que te força a não tentar, a não lutar por simples medo, por indecisão, por fraqueza. É deixar de fazer algo, desistir, abandonar pela metade pela falta de confiança em si próprio. É atacar sabendo que o adversário não poderá defender-se.”

Diz-se covarde aquele que pratica a covardia.

Diariamente nos deparamos com estas situações, onde as pessoas não realizam as coisas por pura falta de coragem. E claro, sempre se arrependem depois. Simplesmente pelo fato de que jamais saberão o resultado daquilo que não tiveram coragem de fazer.

Na maioria das vezes a covardia vem junto com o medo, mas medo todo mundo sente. A diferença entre o medroso e o corajoso é que o primeiro não consegue vencer o medo e o segundo sim. Não que ele não sinta medo, mas encontra uma maneira de passar por cima dele, de vencê-lo.

E o que disperta o medo nas pessoas ou a falta de coragem?

Isso varia de pessoa a pessoa, mas o que quero colocar aqui é o fato das pessoas deixarem de vivenciar experiências, atitudes, viver a vida com tudo que ela nos oferece porque não tiveram coragem.

Coragem de arriscar, de se expôr, coragem de ir atrás daquilo que querem, de enfrentar seus próprios desejos e monstros.

Isso é puro desperdício porque a vida passa rápido e deixar de fazer algo por falta de coragem é muita covardia e simplesmente abandonar algo pelo caminho, sem mesmo tentar resolver uma situação, por fraqueza, medo ou indecisão, é o melhor a fazer?

Minha colocação aqui é fazer pensar na covardia. Não no momento que fere o outro, mas a sí próprio. Me refiro a uma covardia interna, aquela que atrapalha apenas a nossa própria vida que não chega a fazer mal a alguém como passar por cima de um inimigo frágil. Não, me refiro aqui a covardia pessoal, aquela que afeta a si e não a outrem.

Refletir sobre o fato de não fazer, acovardar-se, deixar passar. E avaliar porquê fazemos isso, porque não conseguimos ir até o final.

Pare para pensar nos momentos em que foi covarde e como teria sido incrível se tivesse ao menos tentado e dado a chance de conseguir, quanto você teria crescido, quanto teria ficado orgulhoso de si mesmo, como teria sido sentir-se um vencedor.

Em muitos momentos da nossa vida somos fracos, inértes. Vale a reflexão do porquê deixarmos o medo e a falta de coragem influenciar tanto em nossas vidas a ponto de nos fazer escolher conviver com o sentimento de abandono a mostrar-se destemido, pronto para enfrentar os medos. Não digo que teremos e vamos vencer sempre, mas se não enfrentarmos nossos medos e se não encontrarmos coragem para seguir em frente e encarar nossas escolhas, atos e desejos, que tipo de ser humano seremos?


10 coisas que você deve fazer num relacionamento

Conheceu alguém legal?

Acha que vale à pena investir nessa relação?

Então seguem 10 dicas para você se dar bem e quem sabe compartilhar um amor verdadeiro!

  1. Seja independente. Você não estava na sua quando conheceu este anjo? Então não mude sua vida, apenas acrescente ele. Isso, igual receita de bolo: vc não retira os ingredientes, vc os acrescenta e a receita vai ficando melhor ainda.
  2. Ritmo lento. Nada de sair planejando um monte de coisas, pensando isso e aquilo. Calma, tenha paciência. Não atropele o tempo. Nem queira que tudo se resolva no “seu” tempo. O tempo tem vontade própria, faz quando ele quer.
  3. Priorize você mesma. Sim, primeiro você e depois tudo o que existe na sua vida.
  4. Seja cautelosa. Tente entender o contexto da situação, conhecer a pessoa com quem está envolvida. Uma ação impensada pode levar tudo a perder ou causar uma impressão errada.
  5. Não mergulhe de cabeça. Sei que quando a paixão pega, isso é quase impossível, mas antes de pular de cabeça neste novo relacionamento, tenha cuidado. Molhe os pés primeiro, sinta a temperatura da água, veja se não há pedras por perto e depois dê um salto  calculado. Exatamente como faria numa cachoeira. Às vezes cair de cabeça pode trazer adrenalina, mas o resultado pode ser desastroso.
  6. Diga  a verdade. Em qualquer circunstância, mas principalmente ao se relacionar com alguém, se voce mentir, inventar uma história , com o tempo ela lhe trará problemas. Seja verdadeiro com o seu amado (a).
  7. Assuma seus sentimentos. Se você está gostando, deixe-o perceber, não tenha medo. Assuma seus sentimentos. Gostar de alguém é lindo, especial, não esconda isso.
  8. Seja criativa. Experimente coisas novas com o seu amado. Nada como viver uma experiência juntos para unir o casal. Pense em algo que os dois gostariam de fazer e mãos à obra.
  9. Interesse-se pela vida dele. Se você mostrar interesse pela vida do ser amado ele perceberá que além de passar ótimos momentos ao seu lado, ele ainda poderá contar com voce num momento difícil. Isso mostra que você está realmente interessada nele e valoriza-o como pessoa.
  10. Ria, sorria, leve algumas coisas na esportiva. Não crie caso o tempo todo. Bom humor é fundamental numa relação à dois.

Espero que estas dicas tragam alguma luz para você. Claro que uma relação a dois é bem mais complexa que isso. Mas se você começar por estas já está indo muito bem. Boa sorte!


10 coisas que você não deve fazer num relacionamento

Está num relacionamento com alguém? Nova ou velha esta relação precisa de cuidados. Aqui vão algumas dicas do que não fazer (válidas para homens e mulheres):

  1. Não seja pegajoso(a), mas tb não abandone o parceiro, se vc está a fim, demonstre!
  2. Cuidado com o look, não exagere, look piriguete nem pensar! (esse vale para a mulherada), mas tb não vai sair sempre de bermuda e camiseta com a gata, né, às vezes vale à pena dar uma caprichada no visual para ela.
  3. Sem essa de ficar falando igual criança e cheio de nhem nhem nhem, isso é ridículo!
  4. Tudo bem se vc gosta de tudo arrumadinho, mas cuidado para não ser chata(o) com tanta arrumação, deixe uma baguncinha revolucionar a sua vida, depois vc arruma.
  5. Mandar na relação ta por fora, tanto para homens quanto para as mulheres, o equilíbrio é a melhor forma de se relacionar.
  6. Pera aí, devagar com o ciúmes. Antes de fazer aquela cena, pare e pense se vc não está exagerando. Se o caso for grave mesmo aí é que vc deve pensar, será que a cena vale à pena mesmo? Ou sair por cima, chic e segura(o) de sí não seria a melhor saída. Sem barraco né!
  7. Manter a forma é ótimo, quam não gosta de um corpinho sarado, mas sair com o gato e ficar contando as calorias no restaurante é ridículo. Pegue leve, mas seja gente de verdade, ninguém come alface o tempo todo.
  8. As coisas estão difíceis para todo mundo, mas daí a se relacionar com alguém só por que o cara ta bem de vida é o fim, né. Valorize-se e pense bem antes de dar uma de interesseira(o)!
  9. Ta bom, vc não precisa gostar de acampar, fazer trekking, ficar toda suada e cheia de poeira, mas de vez em quando uma lama aqui, uma alga salgada ali, da um tempero bem especial, não seja fresca(o), curta a vida ao lado do seu amor. Depois vc toma banho.
  10. Não crie expectativas. Conheceu um cara ou uma gata legal? Deixa rolar, conheça a pessoa primeiro e não crie expectativas, elas atrapalham tudo e talvez vc fique chateada(o) sem motivo. Cuidado.